O “chicote” da misericórdia
Acesse sua conta Login
Faça parte Cadastrese!
Arautos do Evangelho
Arautos Podcast contato Contato Rezem por mim
  Livro Dr Plinio de Mons João Clá

O “chicote” da misericórdia
Redação - 2015/05/13

O "chicote" de Jesus para limpar nossas almas é a misericórdia. Se abrirmos a porta de nossa alma para a sua misericórdia, Ele a limpará

Neste trecho do Evangelho que ouvimos, há duas coisas que me surpreendem: uma imagem e uma palavra. A imagem é a de Jesus com o chicote na mão que afugenta todos os que se aproveitavam do Templo para fazer negócios. Estes comerciantes que vendiam os animais para os sacrifícios, trocavam moedas... Havia o sagrado - o templo sagrado - e fora esta sujidade. É esta a imagem. E Jesus pega no chicote e vai em frente, para limpar um pouco o Templo.

Não podemos enganar Jesus

E a frase, a palavra, é aquela que diz que muitas pessoas acreditavam n'Ele, uma frase terrível: "Mas Ele, Jesus, não confiava neles, porque conhecia todos e não precisava que alguém desse testemunho acerca do homem. Com efeito, Ele conhecia o que há no homem" (Jo 2, 24?25).

Jesus expulsa os vendilhoes do Templo - Salvador - Igreja-do-Senhor-do-Bonfim.jpg
Jesus expulsa os vendilhões do Templo - Salvador - Igreja do Senhor do Bonfim

Nós não podemos enganar Jesus: Ele conhece o nosso íntimo. Não tinha confiança. Ele, Jesus, não confiava. E esta pode ser uma boa pergunta no centro da Quaresma: Pode Jesus ter confiança em mim? Pode Jesus confiar em mim, ou tenho duas caras? Mostro-me católico, próximo da Igreja, e depois vivo como um pagão? "Mas Jesus não sabe, ninguém Lho vai contar". Ele sabe. "Ele não precisava que alguém desse testemunho; com efeito, conhece o que há no homem".

Jesus conhece tudo o que está dentro do nosso coração: nós não podemos enganar Jesus. Não podemos, diante d'Ele, fazer de contas que somos santos, e fechar os olhos, fazer assim, e depois levar uma vida que não é como Ele quer. E Ele sabe-o. Todos sabemos o nome que Jesus dava às pessoas com duas caras: hipócritas.

"Senhor, confias em mim?"

Hoje, far-nos-á bem entrar no nosso coração e olhar para Jesus. Dizer-Lhe: "Senhor, repara, há coisas boas, mas há também coisas más. Jesus, confias em mim? Sou pecador...". [...]

Podemos também continuar o diálogo com Jesus: "Jesus, confias em mim? Quero que confies em mim. Então eu abro-Te a porta, limpa a minha alma". E peçamos ao Senhor que, assim como foi limpar o Templo, venha limpar a alma. E imaginamos que Ele vem com um chicote de cordas... Não, com ele não limpa a alma!

Vós sabeis qual é o chicote de Jesus para limpar a nossa alma? A misericórdia. Abri o coração à misericórdia de Jesus! Dizei: "Jesus, olha quanta sujeira! Vem, limpa. Limpa com a tua misericórdia, com as tuas doces palavras; limpa com as tuas carícias". E se abrirmos o nosso coração à misericórdia de Jesus, para que limpe o nosso coração, a nossa alma, Jesus confiará em nós. Excertos da homilia, 8/3/2015 - (Revista Arautos do Evangelho, Maio/2015, n. 161, pp. 7)

Votar Resultado 6  Votos

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.
  Dom de Sabedoria