Papa Bento XVI lança apelo em solidariedade ao Haiti após terremoto
Acesse sua conta Login
Faça parte Cadastrese!
Arautos do Evangelho
Arautos Podcast contato Contato Rezem por mim
  Livro Dr Plinio de Mons João Clá

Papa Bento XVI lança apelo em solidariedade ao Haiti após terremoto
Gaudium Press - 2010/01/13

Cidade do Vaticano (Quarta, 13-01-2010, Gaudium Press) O Papa Bento XVI lançou um apelo em solidariedade ao Haiti após o país ter sido atingido por um forte terremoto na noite de ontem, 12, que deixou a capital de Porto Príncipe país parcialmente destruída. O apelo foi lançado na ocasião da Catequese do ciclo sobre a cultura cristã, na Idade Média, na qual o Santo Padre dedicou às duas grandes Ordens Mendicantes: Franciscanas e Dominicanas.

O terremoto que atingiu o Haiti foi o mais forte dos últimos 200 anos e a capital do país, Porto Príncipe foi completamente destruída com o desabamento da parte histórica da cidade, de edifícios institucionais e hospitais.

Em seu recado ao povo haitiano, Bento XVI dirigiu um "apelo para a dramática situação" na qual se encontra o Haiti e assinalou que seu "pensamento vai, em particular, à população duramente atingida pelo devastador terremoto que causou graves perdas de vidas humanas".

"Convido todos a unirmo-nos em oração ao Senhor pelas vítimas desta catástrofe e por aqueles que choram sua perda", assinalou o pontífice.

Bento XVI assegurou sua "proximidade espiritual" a todas as pessoas afetadas pelo terremoto e "implorou a Deus consolo e alivio" para o sofrimento dessas pessoas.

Ao final de sua mensagem, o Santo Padre ressaltou que, "nesse momento de necessidades e de dor, a generosidade de todos que é importante para que não falte a essas pessoas a concreta solidariedade e a operosa ajuda da comunidade internacional".

"A Igreja Católica foi imediatamente acionada, através de suas instituições de caridade, indo ao encontro das carências mais prioritárias da população", concluiu.

Terremoto

De acordo com a agência de notícias italiana ANSA, a França anunciou, nesta manhã, o envio imediato de dois aviões com ajudas humanitárias ao Haiti e expressou sua preocupação pelos 1.400 franceses que ali se encontram, dos quais 1.200 em Porto Príncipe. O presidente da França, Nicolas Sarkozy, expressou "horror" e "profunda emoção".

Israel também reagiu às necessidades do povo haitiano. O ministro das Relações Exteriores do país anunciou hoje que um esquadrão de socorro está pronto para partir para o país para prestar ajuda às pessoas atingidas pelo terremoto.

 

Votar Resultado 0  Votos

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.
  Dom de Sabedoria