“O cristão vive na alegria e no estupor graças à ressurreição de Jesus Cristo”, afirma Francisco
Acesse sua conta Login
Faça parte Cadastrese!
Arautos do Evangelho
Arautos Podcast contato Contato Rezem por mim
  Livro Dr Plinio de Mons João Clá

“O cristão vive na alegria e no estupor graças à ressurreição de Jesus Cristo”, afirma Francisco
Gaudium Press - 2016/05/23

Cidade do Vaticano (Segunda-feira, 23/05/2016, Gaudium Press) - Na Casa Santa Marta, nesta segunda-feira, 23 de maio, ao comentar em sua homilia a Primeira Carta de São Pedro, o Papa Francisco afirmou que "O cristão vive na alegria e no estupor graças à ressurreição de Jesus Cristo". Francisco ainda sublinhou que não obstante as provações, nunca nos será tirada a alegria "daquilo que Deus fez em nós. Regenerou-nos em Cristo e nos deu a esperança".

"Podemos caminhar rumo àquela esperança que os primeiros cristãos representavam como uma âncora no céu. Aquela esperança que nos dá alegria", afirmou o Papa, acrescentando ainda:

"O cristão é um homem e uma mulher da alegria, um homem e uma mulher com a alegria no coração. Não existe cristão sem alegria!

Mas, Padre, eu já vi tanta coisa! Não são cristãos! Dizem que são, mas não são! Falta-lhes alguma coisa.

O cartão de identidade do cristão é a alegria, a alegria do Evangelho, a alegria de ter sido escolhido por Jesus, salvo por Ele, regenerado por Jesus.

A alegria daquela esperança que Jesus espera de nós, a alegria que, nas cruzes e nos sofrimentos desta vida, se exprime de outra maneira que é a paz, na certeza de que Jesus nos acompanha. Está connosco".

Segundo Francisco, "O cristão faz esta alegria crescer com a confiança em Deus. Deus se lembra sempre da sua aliança. O cristão sabe que Deus se lembra dele, que Deus o ama, que Deus o acompanha, que Deus o espera. Esta é a alegria".

Evangelho

O Papa dirigiu sua atenção para a passagem do Evangelho de hoje que narra o encontro de Jesus com o jovem rico.
Um homem que, afirma o Papa, "não foi capaz de abrir o coração à alegria e escolheu a tristeza", "porque possuía muitos bens":

"Era apegado aos bens! Jesus nos disse que não se pode servir a dois senhores: ou serve a Deus ou serve as riquezas. As riquezas não são más em si mesmas: mas servir a riqueza, esse é o mal.

O pobre homem foi embora triste...

"Ele franziu a testa e retirou-se triste". Quando nas nossas paróquias, nas nossas comunidades, nas nossas instituições, encontramos pessoas que se dizem cristãs e querem ser cristãs, mas são tristes, algo está errado.

E nós devemos ajudá-las a encontrar Jesus, a tirar essa tristeza, para que possa se alegrar com o Evangelho, possa ter essa alegria que é própria do Evangelho".

Alegria e estupor

Ele se concentrou sobre a "alegria e o estupor".

"O estupor bom - disse o Papa - diante da revelação, diante do amor de Deus, diante das emoções do Espírito Santo".

O cristão, destacou o Pontífice, "é um homem, uma mulher de estupor".

Uma palavra que volta hoje no final, "quando Jesus explica aos Apóstolos que aquele jovem tão bom não conseguiu segui-lo, porque ficou preso às riquezas".

Quem pode ser salvo, se perguntam então os Apóstolos?

A eles, o Senhor responde: "Impossível aos homens", mas "não a Deus!".

A alegria cristã, portanto, "o estupor da alegria, de ser salvos de viver presos às coisas, à mundanidade - as muitas mundanidades que nos afastam de Jesus - isso pode ser superado somente com a força de Deus, com a força do Espírito Santo":

Finalizando suas palavras o Papa disse:

"Peçamos hoje ao Senhor que nos dê o estupor diante Dele, diante das muitas riquezas espirituais que nos deu; e com este estupor nos dê a alegria, a alegria da nossa vida e de viver com paz no coração as inúmeras dificuldades; e nos proteja da busca da felicidade em muitas coisas que, no final, nos entristecem: prometem muito, mas não nos darão nada! Lembrem-se bem: um cristão é um homem e uma mulher de alegria, de alegria no Senhor; um homem e uma mulher de estupor". (JSG)

Votar Resultado 0  Votos

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.
  Dom de Sabedoria