“Uma criança é sempre um dom, não um problema”, defende Bispo da Inglaterra
Acesse sua conta Login
Faça parte Cadastrese!
Arautos do Evangelho
Arautos Podcast contato Contato Rezem por mim
  Livro Dr Plinio de Mons João Clá

“Uma criança é sempre um dom, não um problema”, defende Bispo da Inglaterra
Gaudium Press - 2016/06/23

Lourdes - França (Quinta-feira, 23-06-2016, Gaudium Press) O Bispo de Plymouth, Inglaterra, Dom Mark O'Toole, presidiu uma Missa campal na Cité Saint-Pierre de Lourdes, França, como parte de uma peregrinação ao Santuário Mariano de Lourdes. Em sua pregação, o prelado alentou aos pais de família a receber generosamente o dom da vida de seus filhos, em particular aqueles que receberam um diagnóstico pré-natal de síndrome de Down ou outras condições congênitas.

Uma criança é sempre um dom, não um problema, defende Bispo da Inglaterra.jpg

"Os pais que estão esperando uma criança diagnosticada com síndrome de Down ou com outras condições serão motivados por nossa sociedade e por muitos profissionais a olhar somente as dificuldades de se ter um filho assim", lamentou o Bispo. "A eles não lhes falarão das bênçãos que uma pessoa como eles pode trazer, da felicidade e a alegria que frequentemente os envolve. Estamos perdendo o sentido de que uma criança é sempre um dom, não um problema".

Como contraste a esta realidade, Dom O'Toole propôs o exemplo de Jesus Cristo, que não se distanciou daqueles que padeciam enfermidade, mas se aproximou para curá-los. "Para alguns a cura foi física, para muitos foi espiritual, psicológica, pessoal -profundamente humana", pregou. O Bispo motivou aos presentes a confiar no poder sanador de Deus, tanto na dimensão física como nos corações e nas mentes.

"Há algo assim como 69 curas físicas oficialmente reconhecidas pelo departamento médico de Lourdes. Mas sei que há um número incontável de milagres de cura que nunca estarão nas páginas do departamento médico", recordou o prelado, acrescentando aos prodígios físicos os milagres morais: "Cura da mente, do coração, uma melhor aceitação dos limites da vida, uma mais profunda compaixão por nós mesmos e pelos demais". (GPE/EPC)

Votar Resultado 0  Votos

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.
  Dom de Sabedoria