A Igreja inteira nutre por vós uma simpatia especial, diz Papa aos católicos do Azerbaijão
Acesse sua conta Login
Faça parte Cadastrese!
Arautos do Evangelho
Arautos Podcast contato Contato Rezem por mim
  Livro Dr Plinio de Mons João Clá

A Igreja inteira nutre por vós uma simpatia especial, diz Papa aos católicos do Azerbaijão
Gaudium Press - 2016/10/03

Baku - Azerbaijão (Segunda-feira, 03-10-2016, Gaudium Press) Neste domingo, 2 de outubro, do aeroporto de Baku, capital do Azerbaijão, vindo da Geórgia, o Papa Francisco dirigiu-se diretamente para a Igreja da Imaculada Conceição para celebrar uma Santa Missa. A celebração foi realizada na única paróquia católica do país.

Em todo o país a comunidade católica tem pouco mais de 500 fiéis que são atendidos por sete padres salesianos e cinco irmãs Missionárias da Caridade. Os católicos não passam de 0,01% da população de esmagadora maioria muçulmana.

Perda de tempo

É provável que esses números tenham levado Francisco, falando aos presentes na Igreja Imaculada Conceição, a justificar sua viagem para lugares tão distantes e visitar tão poucos fiéis.

"Alguns podem pensar que o Papa perde muito tempo ao fazer tantos quilômetros de viagem para visitar uma pequena comunidade de 700 pessoas, num país de 2 milhões de habitantes. É uma comunidade de periferia, mas o Papa nisto imita o Espírito Santo", explicou, falando de improviso no final da Eucaristia.

Espírito Santo

O Papa afirmou que o Espírito Santo "desceu do Céu para uma pequena comunidade da periferia, fechada no cenáculo", em Jerusalém, após a morte de Cristo, para dar aos primeiros cristãos a "força, a coragem" de avançar para anunciar Jesus.

"Só há duas coisas fundamentais necessárias (e que estavam presentes naquela comunidade): a Mãe. Não se esqueçam da Mãe. E naquela comunidade havia a caridade, o amor fraterno que o Espírito Santo derramou neles.
Coragem, em frente, 'go ahead', sem medo, avancem", apelou o Pontífice.

"A Igreja inteira, que por vós nutre uma simpatia especial, tem os olhos postos em vós e encoraja-vos: sois um rebanho pequeno mas muito precioso aos olhos de Deus", acrescentou.

Aspectos essenciais da vida cristã

A homilia do Papa foi uma catequese. Francisco centrou sua reflexão em dois aspetos "essenciais" da vida cristã: "a fé e o serviço". E depois, incentivou os participantes a "nunca perder a esperança".

"A fé, que é um dom de Deus, tem de ser, por sua vez, cultivada também por nós. Não é uma força mágica que desce do céu, não é um 'dote' pessoal que se recebe de uma vez para sempre, nem mesmo um superpoder que sirva para resolver os problemas da vida".

Tapete: teia da Fé, tecedura do serviço

Ainda em sua homilia, Francisco usou a imagem do "tapete" para explicar que a vida cristã "tem de ser pacientemente tecida cada dia, entrelaçando entre si uma teia e uma tecedura bem definida: a teia da fé e a tecedura do serviço".

"Deus muda o mundo, mudando os nossos corações, mas não o pode fazer isso sem nós; com efeito, o Senhor deseja que lhe abramos a porta do coração, para poder entrar na nossa vida", afirmou o Papa.

O Pontífice sustentou que o serviço é um "estilo de vida" e convidou os católicos do Azerbaijão a permanecerem "unidos, vivendo humildemente em caridade e alegria".

O Santo Padre concluiu sua homilia com uma citação de Santa Teresa de Calcutá, fundadora das Missionárias da Caridade:
"O fruto da fé é o amor. O fruto do amor é o serviço. O fruto do serviço é a paz". (JSG)

Votar Resultado 3  Votos

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.
  Dom de Sabedoria