“A sóbria embriaguez do Espírito”: tema da terceira pregação do Advento
Acesse sua conta Login
Faça parte Cadastrese!
Arautos do Evangelho
Arautos Podcast contato Contato Rezem por mim
  Livro Dr Plinio de Mons João Clá

“A sóbria embriaguez do Espírito”: tema da terceira pregação do Advento
Gaudium Press - 2016/12/16

Cidade do Vaticano (Sexta-feira, 16-12-2016, Gaudium Press) Como se sabe, em quatro sextas-feiras, em preparação para o Natal, são realizados os denominados "Encontros do Advento".

Quando acontece uma pausa para ser feita uma reflexão sobre temas pré-estabelecidos que são desenvolvidos pelo Pregador da Casa Pontifícia e que são realizados no Vaticano com a presença do Santo Padre.

A terceira pregação do Advento foi realizada nesta sexta-feira:

Na Capela Redemptoris Mater, no Vaticano, o Papa e seus colaboradores da Cúria Romana ouviram o Pregador da Casa Pontifícia, Frei Raniero Cantalamessa desenvolver o tema "A sóbria embriaguez do Espírito".

Realidades novas da Igreja

O frade capuchinho falou desta vez, de modo especial, de realidades novas da Igreja, enfocando especialmente a renovação carismática.

Para ele, a renovação carismática, como outras análogas realidades novas da Igreja de hoje, apresenta lados problemáticos, excessos, divisões, pecados.

Segundo ele, "Isso foi, também para mim, no começo pedra de escândalo. Mas isso acontece com todos os dons de Deus assim que caem nas mãos dos homens.

No entanto, ninguém sonha eliminar esse carisma na vida da Igreja.

Para Cantalamessa, eles não foram isentos de desordens e defeitos nem mesmo as primeiras comunidades carismáticas cristãs, como aquela de Corinto.

O Espírito não faz todos e de uma vez santos. Age em diferentes graus e de acordo com a correspondência que encontra.

Pentecostes

O pregador da Casa Pontifícia, ainda fez uma ressalva, afirmando que não se trata de aderir a um ou outro movimento na Igreja.

Para o franciscano, trata-se de uma "corrente de graça" aberta a todos:

"São João XXIII falou de um "novo Pentecostes", o Beato Paulo VI foi ainda mais longe falando de um "perene Pentecostes".

A terceira pregação do Advento foi concluída com um verso ambrosiano, uma estrofe do hino das Laudes da Quarta Semana do saltério:

"Seja Cristo o nosso alimento, seja Cristo a água viva: nele provamos sóbrios a embriaguez do Espírito". (JSG)

Votar Resultado 3  Votos

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.
  Dom de Sabedoria