Celebrada há 64 anos, tradicional vigília natalina reúne milhares de fiéis no Recife
Acesse sua conta Login
Faça parte Cadastrese!
Arautos do Evangelho
Arautos Podcast contato Contato Rezem por mim
  Livro Dr Plinio de Mons João Clá

Celebrada há 64 anos, tradicional vigília natalina reúne milhares de fiéis no Recife
Gaudium Press - 2016/12/26

Recife - Pernambuco (Segunda-feira, 26-12-2016, Gaudium Press) Há 64 anos ocorre tradicionalmente no Quartel do Derby, situado na região central do Recife, a vigília natalina. Na ocasião, o evento festivo, que reuniu milhares de fiéis durante as apresentações que precederam a Santa Missa, foi celebrado pelo Arcebispo Dom Fernando Saburido.

Celebrada há 64 anos, tradicional vigília natalina reúne milhares de fiéis no Recife.jpg

No período vespertino, houve apresentação do coral do Colégio da Polícia Militar, do coral Vozes do Hospital Português e da banda da Polícia Militar de Pernambuco.

Por sua vez, a Comunidade Shalom encenou o musical teatral "Filho de Deus, Menino Meu", que retratou a história de Maria Santíssima e do nascimento de Jesus.

No final, o coral Pró Criança encerrou as atrações culturais que antecederam a celebração eucarística.

Mais tarde, a Imagem do Menino Jesus participou de uma procissão pelas ruas da capital pernambucana, sendo acompanhada por Dom Saburido.

O capelão interino da Polícia Militar de Recife e pároco da Paróquia das Graças, Padre Josenildo Travares, ficou encarregado de levar a figura do Filho de Deus, que foi representado por uma criança de apenas três meses.

Na Missa, o Arcebispo de Olinda e Recife, em sua homilia, comentou sua satisfação em presidir esta celebração que, junto com a Páscoa do Senhor, é a mais importante para os fiéis católicos no mundo inteiro.

"O Natal não deve se restringir a apenas um dia, mas todos os dias deve Jesus nascer em nossos corações, para vivermos em fraternidade e harmonia", disse Dom Saburido. "É triste ver que muitos não consideram Jesus a figura central da época natalina, se rendendo ao consumismo e ao materialismo, de modo que precisamos vivenciar com mais empenho o advento como nos ensina a Igreja, para aprender a presentear com a simplicidade do abraço, das boas ações, da presença e do acolhimento aos menos afortunados", completou. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações Arquidiocese de Olinda e Recife

Votar Resultado 0  Votos

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.
  Dom de Sabedoria