A história do cântico natalino escrito por Santo Afonso Maria de Ligório
Acesse sua conta Login
Faça parte Cadastrese!
Arautos do Evangelho
Arautos Podcast contato Contato Rezem por mim
  Livro Dr Plinio de Mons João Clá

A história do cântico natalino escrito por Santo Afonso Maria de Ligório
Gaudium Press - 2016/12/29

Redação (Quinta-feira, 29-12-2016, Gaudium Press) "Tu scendi dalle stelle", é um famoso e popular cântico natalino de origem italiana que tem uma história especial: o escritor da letra e compositor da melodia foi nada mais, nada menos, que Santo Afonso Maria de Ligório, santo fundador da Congregação do Santíssimo Redentor -os redentoristas-, e doutor da Igreja.

Conta a tradição que a peça musical, que fala do pequeno Jesus que nasceu em Belém e é luz do mundo, foi escrita pelo santo italiano na região de Nola -cidade da província de Nápoles no ano de 1754. Outra tradição menciona que a origem desta obra foi região de Deliceto, na província de Foggia, onde se encontra o Convento da Consolação, lugar no qual permaneceu um tempo Santo Afonso Maria de Ligório.

Santo Afonso Maria de Ligório.jpg

A canção originalmente foi escrita em dialeto napolitano, que se fala em parte do sul da Itália, com o título "Quanno nascette Ninno"; mas muito tempo depois o Papa Pio IX a traduziu para o italiano, algo que fez com que a beleza do cântico desse a volta ao mundo e se fizesse muito popular nas celebrações de dezembro.

A partir daí começaram a surgir outras traduções, entre elas o inglês, com a qual se fez "When the child is born". Também surgiram diversidade de interpretações. Uma das mais recentes foi a realizada pelo Frei Alessandro, da Ordem dos Irmãos Menores, que é conhecido como "A Voz de Assis".

Letra da música

Tu scendi dalle stelle,
o Re del cielo,
e vieni in una grotta al freddo e al gelo.

O Bambino mio divino,
io ti vedo qui a tremar;
o Dio beato!
Ah, quanto ti costò l'avermi amato!

A te che sei del mondo
il Creatore,
mancano panni e fuoco, o mio Signore.

Caro eletto pargoletto,
quanto questa povertà
più m'innamora,
Giacche ti fece amor povero ancora. (GPE/EPC)

Votar Resultado 2  Votos

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.
  Dom de Sabedoria